Biologia

Características gerais do Reino Monera

Apesar de sua estrutura extremamente simples, podem ser consideradas um grande sucesso evolutivo, pois os seres do Reino Monera estão entre os primeiros a surgirem no planeta Terra e estão aí até hoje.

Algumas das estruturas dos seres do Reino Monera

A estrutura básica dos seres do Reino Monera são a presença de uma parede celular, Membrana plasmática, citoplasma e ribossomos. Flagelos e fimbrias podem auxilia-las na locomoção.  Uma estrutura bastante característica desses seres são os plasmídeos, que são pequenos trechos de DNA dispostos em círculo. O DNA principal geralmente está associado ao mesossomo, formando um nucleoide.

Bactérias também podem ser classificadas em gram positivas ou gram negativas conforme a estrutura de sua membrana citoplasmática.

Reprodução das bactérias

Podem se reproduzir por reprodução assexuada ou mesmo sexuadamente através da conjugação bacteriana, onde o material genético das bactérias podem ser trocados uma pelas outras. As bactérias reproduzem-se basicamente por bipartição, ou seja, por meio de um mecanismo em  que um indivíduo sofre divisão celular e, como resultado, surgem dois indivíduos geneticamente idênticos entre si.

As bactérias têm alto poder de reprodução. Em algumas horas, sob as condições ambientais adequa­das, uma única célula pode dar origem a milhares de descendentes, todos geneticamente idênticos entre si. Esses seres geneticamente idênticos são denomi­nados clones.

Quando as condições ambientais tornam-se des­favoráveis, algumas espécies de bactérias podem produzir estruturas de resistência, como esporos. Eles possuem parede espessa e muito resistente ao calor, ao dessecamento e a substâncias tóxicas. Quando o meio volta a apresentar condições ade­quadas, elas voltam a se reproduzir ativamente e re­povoam o ambiente.

Muitas vezes, associam-se as bactérias a doenças, porém, estes seres são fundamentais para a vida no planeta , pois realizam funções fundamentais para a manutenção de vida no planeta. A fixação de nitrogênio por parte das plantas leguminosas, na decomposição dos seres que morreram entre tantas outras funções.

Bactérias podem ser anaeróbias se não utilizam oxigênio em seus processos de obtenção de energia ou aeróbias se utilizam oxigênio.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close